sábado, 6 de dezembro de 2008

TRILHA ECOLÓGICA DA RETIRADA DA LAGUNA: COMO SURGIU E O QUE É

VOCAÇÃO NATURAL PARA O TURISMO HISTÓRICO
Bela Vista, capital do turismo histórico do Estado de Mato Grosso do Sul.

Esta afirmativa prende-se ao fato de a história militar do antigo Estado de Mato Grosso Uno (MS e MT), possuírem origem comum – sem possibilidades de desmembramento – são filhos gêmeos de uma mesma concepção. Razões:



O Regimento Antonio João – RAJ.

Nasceu em 19 Mar de 1752 com a antiga Capitania de Mato Grosso, recebeu na ocasião a denominação de Corpo de Dragões de MT e, tem participado ativamente de sua manutenção, ocupação, evolução e fixação de nossas fronteiras.
Se fez presente na fundação do Forte de Coimbra, em 13 de setembro de 1775, sob o comando do Cap de Dragões Mathias Ribeiro da Costa; também na fundação do presídio de Miranda (atual cidade do mesmo nome, em 03 de novembro de 1797, sob o comando do Ten de Dragões Francisco Rodrigues do Prado.

Sua atuação na Guerra da Tríplice Aliança, o notabilizou por dois brilhantes feitos:

1º) a “Epopéia dos Dourados”- onde é retratada a “Saga do Tenente Antonio João” e seus 14 companheiros de infortúnio, em 29 de dezembro de 1864, ao reagir ante a invasão do solo brasileiro por uma força paraguaia de 365 homens.

2º) Sua participação em meados da guerra, na célebre Retirada da Laguna com a denominação de 1º Corpo de Caçadores a Cavalo. Só para citar algumas delas:

- Portanto, o 10º R C Mec – RAJ, com seus 256 anos de existência é por todos os méritos, o fiel depositário do acervo histórico, militar e cultural do Mato Grosso do Sul – Bela Vista por sediá-lo a 102 anos, além de ser palco da Retirada da Laguna, tornou-se, incontestavelmente, o “maior pólo turístico histórico da fronteira”.

MEGA EVENTO: Marcha cívico-cultural da Retirada da Laguna

Idealizado e executado pelo comando da 4ª Bda C Mec – Gen Bda Mauro Patricio Barroso.
Seus integrantes percorreram em sete dias, a pé, a Trilha ecológica da Retirada da Laguna – numa extensão de 213 Km, ligando os municípios de Bela Vista, Jardim, Guia Lopes da Laguna e Nioaque – terrível campanha de 35 dias ocorrida a 141 anos atrás.

CONSEQUÊNCIA DA REALIZAÇÃO DA MARCHA E SEUS DESDOBRAMENTOS

Anseio dos segmentos sociais participantes da 1ª Marcha Cívico-Cultural (militares e civis), para que o feito viesse a ser perpetuado – é a FENIX da mitologia a renascer de suas próprias cinzas.

Sensibilizado o governo do Estado do MS, solicitou o apoio do Cmdo Mil do Oeste, para a reedição da Marcha da Retirada da Laguna.
E o Exercito Brasileiro cumprindo um de seus princípios doutrinários do “Braço Forte, Mão Amiga”, não se fez esperar:

O Cmt da 4ª Bda C Mec, Gen Odilson Sampaio Benzi, realizou de 02 a 06 de agosto de 2003 a 2ª Marcha Cívico-cultural da Retirada da Laguna.

No ano seguinte, o Governo do Estado e os Gen (s): Carlos Alberto Pinto Silva – Cmt Mil Oeste e Odilson Sampaio Benzi – Cmt da 4ª Bda C Mec, fizeram o lançamento da 3ª Marcha Cívico-Cultural da Retirada da Laguna, no auditório do Marco (Museu de Arte Contemporânea), em Campo Grande-MS – ficando ainda definida a execução da marcha, de 02 a 06 de Ago 04. – desta feita com alcance de âmbito nacional.

Em 2006, o Gen Bda Sérgio Westphalen Etchegoyen, realizou, 4ª Marcha Cívico-cultural da Retirada da Laguna, no período de 21 a 25 de julho.


No período de 10 a 14 de setembo de 2007 o Cmt da 4ª Bda C Mec, Gen Roberto Fantoni Saurin, realizou a 5ª Marcha Cívico-cultural da Retirada da Laguna. Desta feita, contamos com a participação de uma equipe da 18 SR IPHAN.

Finalmente, no período de 01 a 03 de agosto de 2008 o Comandante da 4ª Brigada de Cavalaria Mecanizada Gen Roberto Fantoni Saurin, realizou a 6ª Marcha Cívico-cultural da Retirada da Laguna.

PROPOSTA – “PROJETO TRILHA ECOLÓGICA DA RETIRADA DA LAGUNA”

Identificação do Projeto e Justificativa – A Trilha da Retirada da Laguna é um Patrimônio Histórico Artístico Cultural do Mato Grosso do Sul, registrado por Taunay, por ocasião da Expedição de Mato Grosso e campanha do Apa, na região sudoeste do Estado. Perfaz aproximadamente 350 Km de extensão entre Laguna, no Paraguai e Porto Canuto, no Brasil. Compreende produção literária, acervo histórico-cultural dos patronos, etc. Entre estas pessoas símbolos salientamos: Coronel Carlos de Moraes Camisão, Coronel José Antonio Dias da Silva, Coronel Pedro José Rufino, Tenente-coronel Juvêncio Manoel Cabral de Menezes e José Francisco Lopes. Verdadeiros patronos de Marcos Culturais situados ao longo do percurso, chamados “Geotopes da Trilha”.
Hoje, com a re-descoberta da potencialidade desta Trilha, abrem-se novas possibilidades para o Estado e Municípios envolvidos, que se traduzem em um novo produto econômico-cultural e novas formas de percorrer esta trilha.

Desenvolvimento do Projeto

Publicação de Obra Literária

Edição Especial do “Compendio Trilha da Retirada da Laguna” e do “Manual do Guia da Trilha” (03 volumes), com lançamento através de Work-Shopping nas cidades de Aquidauana / Anastácio, Nioaque, Guia Lopes da Laguna, Jardim e Bela Vista.

Localização geográfica da trilha

350 Km de trilha entre Laguna, no Paraguai e Porto Canuto, no Brasil, a ser identificada, demarcada e sinalizada. Além do que, parte da trilha se situa no extremo leste da serra da bodoquena e, parte ao longo do seu entorno.












(Croqui da"Retirada da Laguna" - abrangendo os 35o km do percurso, dividido em três partes)

Estudo do impacto ambiental e preservação ecológica

- A ser realizado

Anteprojeto dos geotopes da trilha

- Geotopes são localidades criteriosamente selecionadas e protegidas que formam o circuito de visitação.

Bela Vista, Primeiro geotope da Trilha


Patrono: Cel Pedro José Rufino. Já transladado do Cemitério da Piedade, Cuiabá-MT e depositado no panteão em sua homenagem no quartel do 10º RC Mec, em Bela Vista, desde 1956.


Jardim, Segundo geotope da Trilha

Patrono: Tc Juvêncio Manoel Cabral de Menezes. Seus restos mortais estão depositados no monumento aos “Heróis da Laguna e Dourados”, à praça Gen Tibúrcio na Praia Vermelha Rio / RJ, desde 1941.


Guia Lopes da Laguna, Terceiro geotope da Trilha

Patrono: José Francisco Lopes, guia da expedição. Seus restos mortais estão depositados no monumento aos “Heróis da Laguna e Dourados”, à praça Gen Tibúrcio na Praia Vermelha Rio / RJ, desde 1941.




Nioaque, Quarto geotope da Trilha


Patrono: Ten Cel José Antonio Dias da Silva. Seus restos mortais acham-se em local ignorado o IPHAN deverá fazer gestões junto ao Exército Brasileiro para obter informações a respeito.



Anastácio – Aquidauana, Quinto geotope da Trilha



Patrono: Cel Carlos de Moraes Camisão. Seus restos mortais estão depositados no monumento aos “Heróis da Laguna e Dourados”, à praça Gen Tibúrcio na Praia Vermelha Rio / RJ, desde 1941.



Realce aos personagens símbolos

Translado dos restos mortais dos patronos dos geotopes, ainda não transladados, para os respectivos geotopes.

Anteprojeto dos geosites da trilha

É necessário, também, levantar e estabelecer os geosites, que são as partes ou áreas, ao longo do circuito que possibilitam a percepção dos sítios históricos e paisagísticos da região.

Implantação de material turístico-histórico-cultural da trilha da Retirada da Laguna

Edição de filmes, DVDs, artesanatos, edição de reportagens tipo: Globo Rural – Expedições com Paula Saldanha / Roberto Werneck – National Geografhic – Discover Channel – Revista Época – Jo Soares – MS Rural, etc...

TURISMO REGIONAL E INTERNACIONAL: A GRANDE META

Projetando nossa região e o Estado no contexto nacional e internacional

Não podemos esquecer que a “Trilha da Retirada da Laguna” desenvolve-se parte em território paraguaio e parte em território brasileiro.
No território brasileiro do Mato Grosso do Sul, a trilha percorre os municípios de Bela Vista, Jardim, Guia Lopes da Laguna, Nioaque / Aquidauana.

em território paraguaio a trilha percorre 36 km no município de Bella Vista Norte no Departamento de Amambay.

Teia de interação

É preciso ter em mente a existência de duas portas de entrada para o turismo sul mato-grossense, em suas variadas modalidades:


em território nacional, pela cidade de Campo Grande, capital do Estado.

Do exterior, uma delas por Bela Vista-MS / Bella Vista norte – PY, através da BR-060, que possibilita acesso aos municípios turísticos do Parque Nacional da Bodoquena (Jardim, Bonito, Bodoquena); ou ao Pantanal (Aquidauana, Miranda, Porto Murtinho, Corumbá, etc).


Há ainda a interação entre Bela Vista, Antonio João, Ponta Porã e Pero Juan Caballero - graças ao roteiro histórico da Guerra da Tríplice Aliança,com visitação ao “Parque Histórico Colônia Militar dos Dourados” em Antonio João; o “Museu da Erva Mate” e gastronomia em Ponta Porã; compras e visitas ao “Parque Nacional de Cerro-Corá”, em Pero Juan Caballero no Paraguai.





Por outro lado, existe o roteiro de visitação ao “Forte de San Carlos del Apa” (construído pelos espanhóis em 1801) – ligando os municípios de Porto Murtinho, Bela Vista e Caracol ao município de San Carlos no Paraguai.












3 comentários:

PROFESSORA FÁTIMA PUSSI disse...

BOA TARDE,SOU A PROFESSORA FÁTIMA PUSSI,BIÓLOGA E TRABALHO NA SALA DE TECNOLOGIA,MUITO IMPORTANTE TER DOCUMENTO COMO ESTE DISPONÍVEL A NÓS PROFESSORES,POIS O REFERENCIAL CURRICULAR DE MATO GROSSSO DO SUL,SUGERE TRABALHAR VÁRIOS TEMAS QUE AQUI NESTE BLOG É ENCONTRADO FACILMENTE,NUMA LINGUAGEM DIDÁTICA.BOM CONTAR COM PESSOAS DISPOTAS A PESQUISAR E DISPONIBILIZAR A TODOS MATERIAIS QUE RARAMENTE ENCONTRAMOS E DE TÃO IMPORTÂNCIA,POIS PRIMEIRO DEVEMOS CONHECER A NOSSA HISTÓRIA,ENTENDÊ-LA E ASSIM PARTICIPAR MAIS ATIVAMENTE DO PRESENTE,NO ÂMBITO SOCIAL E POLÍTICO..PARABÉNS CAPITÃO MATTOS PELA INICIATIVA.

Anônimo disse...

oi, sou o maestroney, historiador, inspetor da nob, stou procurando imagens da coluna militar heróica q foi do rio a coxim a pé pra colocar em meu video "historia do trem do pantanal" pois essa viagem militar ensejou a construção do trem da noroeste para q ninguem sofra tudo isso d novo e tenha condições melhores d transporte em guerra. 1 pergunta capitao= Pto Canuto fica perto d q localidades ou cidade conhecidas? Gostaria d saber d varios pontos d referencia pra saber onde fica o pto canuto, mera curiosidade historica.....obrigado

IASD Lucélia disse...

Gostaria de saber quem possui maiores informações sobre a 1ª Marcha realizada em 1999, fotos ou textos publicados ou não.
juniorpecinato@hotmail.com