sábado, 21 de setembro de 2013

quarta-feira, 9 de setembro de 2009

MUSEU GENEALÓGICO "ATANASIO DE ALMEIDA MELLO FILHO"

Museu - Sede própria


HISTÓRICO DO MUSEU


A palavra genealógico é relativa à genealogia (= palavra grega deri- vada de gênese, que significa: a geração, sucessão dos seres ou; o conjunto dos fatos ou elementos que concorrem para a formação de alguma coisa).

No presente caso, refere-se à formação do povoamento do município de Bela Vista-MS, desde sua origem e ocupação pelas famílias que por aqui chegaram e se fixaram.

O Museu Genealógico “Atanásio de Almeida Melo Filho” é mais uma iniciativa da empresa “Laguna Turismo e Viagens Ltda”, na pes soa de seu diretor proprietário, Cap QAO R/1 - Krugerson Mattos, morador em Bela Vista-MS à 48 anos (1965/2013), e historiador do 10º R C Mec-RAJ.

O nome do museu é uma homenagem ao saudoso Sr. Atanásio de Almeida Mello Filho... O mais ilustre belavistense que tivemos a oportunidade de conhecer. Foi pecuarista, prefeito de Bela Vista-MS (1955/1959) e possuidor de uma cultura geral invejável, com quem muito aprendemos.

O objetivo do museu é contar a história de Bela Vista-MS, desde sua origem, através das famílias.

Qualquer região pode ser definida geograficamente com precisão. Po- rém, sua história será escrita pelas pessoas que nela habitarem. Sendo assim, conhecendo a história das famílias de uma comunidade, conhe- ceremos a verdadeira história desta localidade.



Portal de entrada da 38ª Expobel e estande do museu

O museu foi inaugurado pelos Exmo(s) Sr(s): prefeito municipal e pre- sidente do Sindicato Rural de Bela Vista-MS, em 20 de julho de 2009 e ficou em exposição durante os festejos da 38ª EXPOBEL, no Par- que de Exposição Rio Apa. Ao término da exposição, o museu passou a funcionar em sua sede própria, à rua Barão do Ladário, nº 2146, Bairro Planalto, no municipio de Bela Vista - MS.

Prefeito Chico Maia (à esquerda) e presidente do Sindicato Rural Sr Afonsinho Pinheiro (à direita) desatam o laço inaugural da fita ver- de/amarela.


Contém em seu acervo:

Peças de armamento e munição encontradas ao longo do trajeto da trilha da Retirada da Laguna

Espingarda Minié calibre 14,8 mm - (de fabricação francesa): Encontrada nas imediações do "Ce mitério dos 'Heróis", em Jardim-MS... Gentilmente cedida pelo Sr Haroldo Monteiro, um dos herdeiros da "fazenda Jardim", localiza- da à margem esquerda do rio Miranda.

01- Munição de arma raiada: encontrada no local do combate de Nhandipá (11 Mai 1867), em Bela Vista - MS.
02- Munição de arma lisa: encontrada nas imediações do "Ce mitério dos 'Heróis", em Jardim - MS.





Granada de canhão "La Hitte", de fabri- cação francesa... Arma que combateu no te atro de operações do Mato Grosso-MT, du rante a "Guerra da Triplice Aliança"  (1864 a 1870).









Granada de canhão "whitworth", de fabricação inglesa e que guarneceu o Forte de Coimbra, du- rante a "Guerra da Triplice Aliança" (1864 a 1870).






Acesse o link abaixo e veja disparo de uma réplica de canhão antigo.



Baioneta (com lâmina quebra da): acessório de fuzil ou espingar- da, encontrado no local da batalha de "Nhandipá" (11 Mai 1867),  em Bela Vista - MS.




Quadros Murais com Estampas

- 04 (quatro) painéis contendo dezenas de estampas (tamanho - A4), retratando fatos descritos pelo Visconde de Taunay durante a Retirada da Laguna... Desenhadas em 1999 pelo sargento Máximo, ex-integrante do 10º R C Mec - RAJ.


Painéis: 01 e 02... Retratam fatos relacionados ao setor dos municípios de Bella Vista Norte-PY e Bela Vista-MS.

   

Painél 03: retrata fatos relacionados ao setor dos municípios de Jar- dim - MS e Guia Lopes da Laguna - MS.

Painél 04: retrata fatos relacionados ao setor dos municípios de Nioa- que - MS e Anastácio/Aquidauana - MS.

Galeria das Senhoras Ilustres de Bela Vista-MS:

- 01 (uma) galeria das senhoras ilustres de Bela Vista - MS: constituída até o momento de 09 (nove) telas, tamanho 30x40 cm, pintadas em acrílico pelo artista plástico Manoel J. Santos - "Manoli- to"... Retratando senhoras de grande projeção social.
                                    
01 - Senhorinha Maria da Conceição Barbosa Lopes (1823 - 1913): filha do casal Antonio Gonçalves Barbosa e Victoria Maria de Jesus... Procedentes de Sabará-MG, passaram a fixar residência em Fran- ca do Imperador-SP... Nasceu em 22 de fevereiro de 1823... Contando com um mês de nascimento (22 de março), foi batizada na igreja Nossa Senhora da Conceição, na cidade de Franca-SP... Contraiu primeira núpcias com Gabriel Francisco Lopes, com quem teve quatro filhos... Em 1836 o casal acompanhou Antonio Gonçalves Barbosa (seu pai) numa expedi ção de 58 pessoas, rumo a Mato Grosso-MT, a mando do Barão de Antonina (João da Silva Machado)... Em 1842/46, Gabriel e Dona Senhorinha fundaram a fazenda "Arroio de Ouro", nas proximidades do rio Apa... Em 1849 o marido foi assassinado por dois escravos, sendo aí sepultado... No ano seguinte (18 de outubro), a viúva é feita prisioneira (primeira vez) por tropa paraguaia, a mando do Presi dente Dom Carlos Antonio López e levada à Assunción-PY... Al gum tempo depois, por gestões diplomáticas, foi libertada... Em 1851, contraiu matrimônio em segunda núpcias com seu cunhado José Francisco Lopes (o guia da expedição de Mato Grosso), com quem teve sete filhos... Em 30 de dezembro de 1864 é novamente feita prisi oneira (segunda vez), e levada para a Vila de Horqueta, distrito de Concepción no Paraguai; por tropas do Coronel Francisco Isidoro Resquin, a mando do Marechal Francisco Solano López... Lá per manecendo até o término da Guerra da Tríplice Aliança em 1870... Liberta que fora pelo General Câmara, comandante das tropas brasi leiras estacionadas em Concepción-PY, retorna a seus pagos, trazen do a imagem de Santa Rita de Cácia, padroeira da Vila de Nioaque-MS, usurpada pelas tropas paraguaias... Com o advento da República (1889), dona Senhorinha é convidada a hastear a nova Bandeira Naci onal em substituição à Imperial... Ocasião que lhe foi outorgado os títulos honoríficos de: madrinha da primeira bandeira republicana; e madrinha do 7º Regimento de Cavalaria Ligeira (atual 10º R C Mec - RAJ), sediado em Nioaque, à época... Em 15 de novembro de 1912, hasteou, a convite e pela última vez, a Bandeira do 3º Regi mento Independente de Cavalaria (atual 10º R C Mec - RAJ); desta feita, sediado em Bela Vista-MS... Dias depois (26 de janeiro de 1913) veio a falecer com a idade de 90 anos... Como forma de homenagem, a cidade de Bela Vista-MS, colocou seu nome em uma rua do bairro Antonio João... Seus restos mortais encontram-se sepul tados no cemitério do bairro Água Doce em Bela Vista-MS.

02 - Anna da Conceição Almeida (1820 - 1905): nasceu a 8 de dezembro de 1820... Oriunda de Itapeva da Faxina-PR, onde con traiu matrimônio com Joaquim Ferreira de Mello, com quem teve nove filhos...Veio com o esposo para a antiga   Província de Mato Grosso, acompanhada das filhas soltei ras (Rosa, Eliza e Ambrosina)... Inicialmen te, instalaram-se na Vila de Nioaque-MS em 1863 (vésperas da Guerra da Triplice Aliança), onde o esposo adquirira a "fazen da Boa Esperança", de propriedade do Barão de Antonina (João da Silva Machado), por troca da "Fazenda dos Pinheirais", no Paraná, propriedade dos Almeida/Mello... Em consequência da invasão do Mato Grosso, retornam à terra natal... Com o fim da guerra, o casal retorna a Mato Grosso em 1875, acom panhados das duas filhas casadas: Antonia Maria Mello (Nhá Mo ça), casada com Constantino de Almeida Carneiro e, Maria Bene dicta de Almeida Mello, casada com Francisco Loureiro de Almeida (Chico Loureiro)... Com o falecimento do marido em 31 de maio de 1878 e posteriormente, a partilha dos bens, metade da propri edade foi vendida a Antonio Francisco Rodrigues Coelho e a outra metade a Idelfonso Mendes... A seguir, foi adquirido pela viúva e herdeiros a "fazenda Estância Nova" (parte da antiga fazenda Ta pera), do casal Gustavo Adolpho Ferreira Machado e Theodora Ma ria dos Santos... Nova morada dos Almeida/Mello... A partir de 1885, os filhos Candido e Athanazio se associam na firma "Athanazio & Candido Pinheiro", para a aquisição em nossa região de terras da antiga fazenda "Vacca Cadiga"  (depois São Luis)... Na ocasião, Constantino Carneiro e Antonia Mello (Nhá Moça), genro e filha, respectivamente, de Anna Conceição Almeida... Mudaram-se para a fazenda São Luis, para garantir a posse das terras dos Almeida/Mel lo... Em 1895, Anna da Conceição e os filhos fixaram residência, defi nitivamente, na fazenda São Luis... Onde veio a falecer em 6 de no vembro de 1905, e se acha sepultada.

03 - Eponina de Almeida Carneiro (1876 - 1957): filha do casal Constantino de Almeida Carneiro e Antonia Maria Mel lo (Nhá Moça)... Nasceu em 7 de março de 1876 na antiga fazenda São Luis, municí pio de Bela Vista-MS, quando os Almei da/Mello retornaram de Itapeva da Faxina - Provincia do Parana, após o término da Guerra da Triplice Aliança... Seus pais vie ram, inicialmente, para a vila de Nioaque-MS em 1875, onde os avós possuiam as terras da fazenda Boa Esperança... Com o falecimento de seu avô Joaquim Ferreira Mello, em 31 de maio de 1878; a viúva deste e os herdeiros, venderam as propriedades de Nio aque e adquiriram novas terras em nossa região; A antiga fazenda "Vacca Cadiga" (origem das fazendas São Luis e Santo Amaro)... Tal fato ocasionou a vinda de seus pais para Bela Vista-MS, a fim de ga rantir a nova posse dos Almeida/Mello, em 1885... Contraiu matrimô nio, em 22 de novembro de 1891, com seu tio Athanazio de Almeida Mello, o patriarca da família "Mello" em Bela Vista-MS, com quem teve treze filhos... Por necessidade de estudo para os filhos, foi obrigada a mudar-se para a sede do município... Para manter o cos tume das práticas produtivas na fazenda, adquiriu uma chácara nas ime diações da cidade... Mais tarde arrendou-a ao Juíz de Direito Dr. Mel lo e Silva, que nela montou um alambique para produção de "Cacha ça"... Faleceu em Bela Vista-MS, em 15 de novembro de 1957, onde acha-se sepultada no cemitério municipal do bairro Água Doce.

04 - Angélica Maria Ribeiro Ferreira (1877 - 1961):Nasceu em 23 de Maio de 1877... Natural de Santana do Livramento, Estado do Rio Grande do Sul... Filha do ca sal Manoel Justino Ferreira e Marcoli na Ribeiro... Veio do Rio Grande do Sul-RS com a idade de 10 anos, integrando a comitiva da família de seus pais... Nos idos de 1886, sairam do Estado do Rio Grande do Sul em uma expedição que adentrou a provincia de Corrientes na Argentina e pas sou para a República do Paraguai, estacio nando em Vila Rica e Caçapá... Finalmente, em 1887, retornaram ao solo pátrio, atravessando o passo velho do rio Apa na localidade fron teiriça de São Carlos-PY... Contraiu núpcias em 1900, com Firmino Rodrigues de Miranda, com quem teve uma prole de 13 filhos... Em 2 de maio de 1922, Dona Angélica e seu esposo Cel Firmino Rodri gues de Miranda, foram os beneméritos doadores de parte do lote nú mero 13, da praça municipal, destinado à construção de uma igreja (ca pela) - com a condição de ser ela dedicada ao Senhor Divino Espíri to Santo, conforme consta no registro número 271, de 31 de janeiro de 1923... Construída que fora em 1913 por iniciativa do Cel Antonio Gomes Ferreira da Silva... Tendo esta sob a porta principal, a pedra fundamental, sob a proteção de Nossa Senhora da Conceição... Veio a falecer em 20 de fevereiro de 1961, na cidade de Campo Grande-MS, com a idade de 83 anos... Seu corpo foi transladado para o cemi tério de Bela Vista-MS, e posteriormente, para o cemitério da família na antiga fazenda São João (atualmente, parte das fazendas Carandá e Bahia - no atual município de Caracol-MS).

05 - Antonia da Costa - "Nhá Tuni- ca" ( 1893 - 1943): filha do casal Mamedes da Costa e Olympia da Costa... Era de des cendência indígena, e seus pais pertenciam a etnia "Terena", que habitava a região de Bela Vista-MS... Por volta de 1910, Anthe ro Loureiro de Almeida (Nhô Anthero) - proprietário da fazenda Santa Cruz no mu nicípio de Bela Vista-MS, com 48 anos de idade e solteiro, era portador de uma ferida no rosto, que nunca cicatrizava, motivo por que, até então, não se casara... Necessitan do de alguém para cuidar dos afazeres da sede da fazenda, dirige-se a uma aldeia indígena das proximidades, ocasião que conhece e simpati za com a moça Antonia... Entabula então, negociações com os pais dela e assim, leva a jovem de 17 anos para tomar conta das atividades domésticas da casa da fazenda.. Sequer desconfiava que estava, na verdade, levando aquela que viria a ser sua esposa... Nhô Anthero e Antonia contraem núpcias e deixam uma digna descendência de nove fi lhos... A 7 de março de 1938, Nhô Anthero vem a falecer em conse quência do epitelioma (tumor) de que era portador... A 3 de agos to de  1943, Antonia vem a falecer em sua residência, vítima de apo plexia-cerebral, contando apenas 50 anos de idade... Acha-se sepulta da no cemitéria do bairro Água Doce no município de Bela Vista-MS.


06 - Maria Algusta Gomes - "Vovó Si- nhá" (1864 - 1969): filha do casal Antonio Gomes e Maria de Arruda... Nasceu em 1º de abril de 1864 na cidade de Cuibá-MT... Casada com Antonio Gomes da Sil va, funcionário da Mesa de Renda Federal, veio para Bela Vista-MS, acompanhada de sua família, em virtude da transferência funci onal do marido, de Cuibá-MT para a unida de da Receita Federal desta cidade, numa época em que o transporte ainda era à carre ta tracionada a bois... Vovó Sinhá era parteira licenciada pelo muni cípio de Bela Vista-MS, tendo inclusive que recolher "Imposto de In dústria e Profissão"... Exerceu a atividade até a velhice... Enfrentou to da a sorte de adversidades (chuva, escuridão da noite, frio, etc...) para ajudar uma mulher a dar a luz... Auxiliou até médicos a realizar partos, prestando, desta maneira, inestimáveis serviços à sociedade bela-vis tense... Teve um casal de filhos, que juntamente com seu marido, fale ceram primeiro do que ela... Recebeu o tratamento carinhoso de "Vo vó Sinha", pelos integrantes das famílias pioneiras da cidade... Não se sabe o número exato de partos realizados por ela, porém, é certo ter feito mais de mil partos... A título de elucidação, o famoso cantor "Ney Matogrosso Pereira", que é natural de Bela Vista-MS, teve seu parto assistido por ela... Vovó Sinha, como sua mãe, eram devo tas de São João Batista, santo que festejavam todo dia 24 de junho de cada ano... Tradição que a família vem mantendo de geração após geração... Faleceu em 18 de fevereiro de 1969 e encontra-se sepulta da no cemitério do bairro Água Doce, em Bela Vista-MS.

07 - Ester Silva (1888 - 1986): filha do ca sal Octávio Antonio da Silva e Mercedes de Araújo... Veio para Bela Vista-MS em com panhia dos pais... Vieram do município de Rosario, Estado do Rio Grande do Sul, on de nasceu a 12 de setembro de 1888... Dei xaram o Rio Grande do Sul, em viagem de vapor, em 2 de novembro de 1911, tendo ela 23 anos de idade... Prosseguiram a via gem em carreta da Companhia Mate Laran jeira... Tão logo aqui chegou em 1911, foi nomeada para o cargo de professora estadu al, a ser exercido, na ainda Vila de Bela Vista-MT, distrito de Nioa que-MT (atualmente MS)... A escola funcionava numa casa de barro, coberta de capim, localizada na esquina da Praça Alvaro Mascare nhas, cruzamento das ruas 15 de novembro com Coronel Dias (antigo forum judicial)... Em   13 de abril de 1930, por ato municipal número 44, foi nomeada professora municipal, cargo que ocupou até 6 de abril de 1956, quando foi nomeada diretora do Ginásio estadual de Bela Vista... Sempre lutou com muita dificuldade, por ser mal remunera da... Para complementar sua renda, nas horas de folga, exercia a fun ção de "bilheteira" do cine São José... Era solteira e criou quatro sobri nhos órfãos de mãe... Ocupou o cargo de vereadora (cargo não re munerado à época) para o quadriênio de 1951 a 1955... O povo bela- vistense homenageou-a, em 1952, por seus dirigentes, que fizeram ges tão junto ao governador do Estado - Dr. Fernando Correia da Costa - dando o seu nome a uma das escolas estaduais da cidade... Em 20 de julho de 1976, foi homenageada pelo Rotary Clube de Bela Vista-MS, pelos relevantes serviços prestados à sociedade belavistense... A 24 de janeiro de 1977, recebeu o título de "Cidadã Belavistense", outor gado pela Câmara Municipal... Veio a falecer em 20 de outubro de 1986, com 98 anos de idade... Acha-se sepultada em Bela Vista-MS, no cemitério do bairro Água Doce.

08 - Vera Guimarães Loureiro (1901 - 1977): nascida em 2 de dezembro de 1901, na cidade de Cuiabá-MT... Filha do casal Rita da Costa Vaz Guimarães e Hora cio Vaz Guimarães, de família tradicional cuiabana... Formou-se professora pela Es cola Normal de Cuiabá-MT... Em 1922, foi nomeada para ocupar o cargo de dire tora de escola em Bela Vista-MT, pelo en tão governador de Mato Grosso - D. Fran cisco de Aquino Correia (1918 - 1922), sendo Prefeito Municipal de Bela Vista-MT, à época, o Dr. Demosthenes Martins  (19 de junho a 31 de de zembro de 1923)... Veio de Cuiabá-MT em companhia dos pais, de navio até Porto Esperaça e daí à Bela Vista-MT, por meio de carreta tracionada a bois... Casou-se com Pêgo Loureiro de Almeida, de tra dicional família bela-vistense, com quem teve nove filhos... Além de  dedicar-se ao magistério na sede do município, lecionou também, em fazendas como "Boa vista" e "Roncador"... Em 1933, juntamente com o marido e os quatro primeiros filhos, mudaram-se para a "Fazenda Cedro", na localidade de "Bonito" - distrito do Município de Miranda-MT, à época... Em 1935, retornou à Bela Vista-MT, dedicando-se sempre ao ensino de: lingua portuguêsa, matemática, história, geografia e religião... Faleceu em 9 de maio de 1977, deixando seis filhos vivos e viúvo seu esposo... Está sepultada em Bela Vista-MS, no cemitério público do bairro Água Doce... O povo bela-vistense, homenageou-a, por seus dirigentes, que fizeram gestão junto ao governador do Esta do, dando o seu nome a uma das escola estaduais da cidade. 

09 - Sylvia Gomes (1880 - 1960):  Filha do Major Art João Luiz Gomes e de D. Carlota Almiron López... Nasceu em 31 de julho de 1880, na Fortaleza da Laje-RJ, uma das guarnições militares para on de seu pai fora transferido... Com o térmi no da Guerra da Tríplice Aliança, a antiga Colônia Militar dos Dourados fora extin ta... Com o advento do "Ciclo da Erva Mate", foi criada uma Agência Fiscal por Ato nº 734, de 5 de janeiro de 1885, oca sião que seu pai o Maj Gomes fora trans ferido para a guarnição militar de Ladário-MT... Passado algum tem po, o Maj Gomes foi nomeado diretor da "Agência Fiscal da Colônia Militar dos Dourados", em substituição ao Cap Rogaciano Monteiro de Lima... Extinta a Agência Fiscal (antiga Colônia Militar dos Doura dos), em 30 de dezembro de 1895, pela Lei nº 360, o Maj Gomes foi transferido para a reserva, ocasião que adquiriu do governo, por direi to adquirido do Império, a concessão de 2600 ha, naquela localidade, instalando sua propriedade com a denominação de "Fazenda da Re signação" (atual Parque Histórico Colônia Militar dos Dourados)... Com o falecimento dos genitores (Maj Gomes e D. Carlota), proce deu-se à partilha dos bens, que aos poucos foram sendo vendidos a terceiros... Em 1957, foi doado ao Exército por intermédio do coronel José Cancelo Santiago - por Dona Sylvia Gomes - filha e herdeira do major Gomes, uma área de 30 ha - onde situava a antiga Colônia Mili  tar dos Dourados... Dona Sylvia Gomes faleceu em 13 de dezembro de 1960 e, seus restos mortais, juntamente com os do coronel José Cancelo Santiago, acham-se sepultados, em local de destaque, logo à entrada do Parque Histórico Colônia Militar dos Dourados. 
  
Galeria dos Patriarcas das Famílias bela-visten ses:

- 01 (uma) galeria dos patriarcas das famílias bela-vistenses, constituída até o momento de 72 (setenta e duas) telas, tamanho 30x40cm, pintadas em acrílico pelo artista plástico Manoel J. Santos – “Manolito”... Retratando os patriarcas das famílias relevantes   de Be la Vista-MS.

01 - José Francisco Lopes - Guia Lopes da Laguna(1811-1867): é o patriarca da fa milia "Lopes", para Bela Vista-Ms, Jar dim-MS, Guia Lopes da Laguna-Ms e adja cências... Nasceu em 26 de fevereiro de 1811 e foi um dos prepostos do Barão de Antonina (João da Silva Machado)... Junta mente com a familia "Barbosa", constitu em  os dois núcleos familiares que iniciaram o povoamento e a ocupação do sul do anti go Estado do Mato Grosso (hoje MS)... Es tabeleceram-se em nossa região por volta de 1846... Contraiu matrimônio em primeira núpcias com dona "Maria Pereira", com quem teve três filhos e, segunda núpcias com Dona "Senhorinha Maria da Conceição Barbosa Lopes", (ver galeria fe minina), com quem teve  sete filhos... Guiou as tropas do Coronel Ca misão, durante a Guerra do Paraguai, na célebre "Retirada da Lagu na"... Sua família esteve prisioneira no Paraguai, durante todo o perío do da guerra (1865/1870)... O único filho do primeiro casamento, que veio com ele para Mato Grosso, tinha o mesmo nome do pai (José Francisco Lopes Junior) e é citado, mais de uma vez, pelo Visconde de Taunay em seu livro "A Retirada da Laguna"... Esteve prisionei ro em "Horqueta", no Paraguai e veio a falecer em 26 de maio de 1867, sendo enterrado nos campos da atual Fazenda Jatobá - Muni cipio de Jardim-MS (propriedade do Empresário Rufino Kuh nen)... Seu pai (o Guia Lopes),   faleceu no dia seguinte (27 de ma io  de 1867), às margens do rio Miranda, em terras sua (fazenda do Bom Jardim), acometido de cólera-morbo... Seus restos mortais foram transladados, em 1941, para o monumento aos "Heróis da Laguna e Dourados", localizado à praça General Tibúrcio, na praia Verme lha, no Rio de Janei ro-RJ.

02 - Clemente Gonçalves Barbosa (1855-1927)  - "in memorian" de Anto nio Gonçalves Barbosa (IGN - IGN): é o patriarca da família "Barbosa" para nossa região... Juntamente com a família "Lopes", constituem os dois núcleos familiares que ini ciaram o povoamento e a ocupação do sul do antigo Estado do Mato Grosso (hoje   MS)... Estabeleceram-se em nossa região por volta de 1846... Tinha nove anos de ida de quando foi feito prisioneiro, juntamente com Dona "Senhorinha Barbosa Lopes" e demais parentes, durante o período da Guerra do Paraguai (1865/ 1870)... Contraiu matrimônio em primeira núpcias com sua prima Iza bel Porcina Lopes, com quem teve quatro filhos e, em segunda núpci as com Cipriana Lopes, com quem teve, também, quatro fi lhos... Recebeu como presente de núpcias, do primeiro casamento, a fazenda "Monjolinho", que até agora conserva este nome... Foi vere ador em Bela Vista-MS por 4 mandatos... Faleceu em 4 de fevereiro de 1928, em virtude de desavenças, por questão de terra, com inte grantes da família "Brum" e acha-se sepultado no cemitério de sua fazenda - "Cemitério dos Barbosa", localizado na região denominada "Agua Amarela" - divisa entre os Municípios de Bela Vista-MS e Jar dim-MS... Por inexistência de foto de Antonio Gonçalves Barbo sa, foi colocado em sua memória, a foto e a biografia do descen dente que liderou o "clã dos Barbosa", na região de Bela Vista-MS e adjacências.

03 - Joaquim Ferreira Mello (IGN-1878): é o patriarca geral da família "Al meida/Mello"... Como os "Lopes" e os "Barbosa", também foi preposto do Barão de Antonina (João da Silva Machado) no iní cio do povoamento e ocupação do sul do antigo Estado do Mato Grosso (hoje   MS)... Contraiu matrimônio com dona An na da Conceição Almeida (ver galeria femi nina), com quem teve nove filhos... Os Al meida/Mello estabeleceram-se, a partir de 1863, na Vila de Nioaque (às vésperas da Guerra do Paraguai)... Fêz parte do contingente civil incorporado ao efetivo do Cel José Antonio Dias da Silva - comandante do 1º Corpo de Cavalaria de Mato Grosso (atual 10º R C Mec-RAJ) - sedi ado em Nioaque-MS, à época do início da invasão de Mato Grosso por tropas do Mal Solano López... Com seu falecimento em Nioaque (31 Mai 1878), os descendentes venderam sua fazenda "Estância Nova" e adquiriram em nossa região a fazenda "Vacadiga" (origem das fazendas São Luiz e Santo Amaro), por volta de 1885... Ocasião em que os primeiros familiares, para cá vieram.

04 - Candido Pinheiro (1839-1914): é o patriarca da família "Pinheiro".. Deu ori gem a uma das seis mais influentes famílias da emergente cidade de Bela Vista-MS e su as adjacências: os "Mello" - os "Pinhei ro" - os "Carneiro" - os "Loureiro" - os "Trindade" e os "Moreira-I"... Descen- dente direto do casal "Almeida/Mel- lo" (Joaquim Ferreira de Mello e Anna da Conceição Almeida)... Os "Pinheiro" estabe leceram-se, inicialmente, na vila   de Nioa- que, em período anterior à Guerra do Para guai... De sociedade com o irmão Athanasio de Almeida Mello, adqui riram a fazenda "Vacadiga"  (origem das fazendas São Luiz e Santo Amaro), vindos a se estabelecer em nossa região a partir do ano de 1887... Contraiu matrimônio com a sobrinha Dona Persiliana Lourei ro de Almeida, com quem teve quatro filhos ... Faleceu em Bela Vis ta-MS, em 18 de janeiro de 1914, onde se acha sepultado.

05 - Athanásio de Almeida Mello (1851-1937): é o patriarca da família "Mello"... Do tronco "Almeida/Mello" originaram as se is mais influentes famílias da emergente cida de de Bela Vista-MS e suas adjacências: os "Mello" - os "Pinheiro" - os "Carnei ro" -  os "Loureiro" - os "Trindade" e os "Moreira-I"... Descendentes direto do casal "Almeida/Mello" (Joaquim F. Mello e Anna da Conceição Almeida)... Inicialmen te, se estabeleceram na vila de Nioaque, em período anterior à Guerra do Paraguai... Par ticipou do movimento contra-revolucionário de 1892, ao lado de "Jan go Mascarenhas"... De sociedade com o irmão Cândido Pinheiro, adquiriram a fazenda "Vacadiga" (origem das fazendas São Luiz e Santo Amaro), vindos a se estabelecer em nossa região a partir do ano de 1887... Em Bela Vista-MS foi vereador por 3 mandatos e primeiro Presidente da Câmara Municipal... Como homenagem, o plenário da Câmara recebeu o seu nome... Contraiu matrimônio com a sobrinha Dona Eponina de Almeida Carneiro, com quem teve treze filhos... Faleceu em Bela Vista-MS, em 13 de março de 1937, onde se acha sepultado.

06 - Constantino de Almeida Carneiro (IGN-1885): é o patriarca da família "Car neiro"... Deu origem a uma das seis mais influentes famílias da emergente cidade de Bela Vista-MS e suas adjacências: os "Mel lo" - os "Pinheiro" - os "Carneiro" - os "Loureiro" - os "Trindade" e os "Morei ra-I"... Combateu na Guerra do Paraguai, no Teatro de Operações do Sul (RS)... Con traiu matrimônio em primeira núpcias com Dona Maria Rita das Dores, com quem teve o filho Onofre Almeida Carneiro e, em segunda núpcias com Antonia Maria Mello (Nhá Moça), com quem teve mais quatro filhos... Era genro do casal "Almeida/Mello" (Joaqum F. Mello e Anna da Conceição Almeida)... Em 1885 já se encontrava arranchado na sede velha da fazenda São Luiz, para garantir a posse das terras dos "Almeida/Mello", adquiridas de Felisberto Nepomu ceno Prates... Faleceu em 17 de outubro de 1885, por ação de uma descarga elétrica provocada pela queda de um raio...Foi sepultado em local ignorado, não longe da sua morada.

07 - Antonio Ignácio da Trindade - "Trindade Brabo" (1838-1915): é o patri arca da família "Trindade"... Do tronco "Almeida/Mello", originou as seis mais influ entes famílias da emergente cidade de Bela Vista-MS e suas adjacências: os "Mel lo" - os "Pinheiro" - os "Carneiro" - os "Loureiro" - os " Trindade" e os "Mo reira-I"... Antonio Ignácio da Trindade era natural de Palmeira das Missões, distrito de Cruz Alta-RS... Vivia da lida de gado... Com o advento da Guerra da Tríplice Alian ça (1864-1870), incorporou-se ao 1º Corpo de Voluntários da Pátria, do qual foi transferido para o batalhão do legendário General Manoel Luis Osório - "o Marquês do Herval"... Por sua valente atuação nos conflitos, ficou conhecido por "Trindade Brabo"... Ao fim da guerra recebeu do Governo Imperial uma sesmaria, na Província do Mato Grosso, em reconhecimento aos serviços prestados... chegando ao Mato Grosso, conheceu outro gaúcho - Thomaz Larangeira - líder da pioneira extração de erva-mate... Aconselhado por este, optou por receber do Governo, terras localizadas nas proximidades da "Colônia Militar dos Dourados"... Área de terras que chamou de "Fazenda Es trella"... Casou em 1ª núpcias com Eliza de Almeida Mello, filha do casal Joaquim Ferreira Mello e Anna da Conceição Almeida, com quem teve treze filhos... Eliza veio a falecer de parto aos 38 anos de idade... Adquiriu segunda propriedade (parte da Fazenda Alinane - a que deu o nome de "Fazenda Boritizal"), localizada na região da Vila de Aquidauana, que ajudou a fundar em 1896... Contraiu 2ª núpcias com Ambrozina Mallet (viuva de um irmão do Marechal Mallet), com quem não deixou descendência... Veio a falescer em 1915, na cidade de Campo Grande-MS, aos 77 anos de idade, vítima de suicídio.

08 - Manoel Moreira (1853-1927): é o patriarca da família "Moreira-I"... Do tronco "Almeida/Mello", originaram as seis mais influentes famílias da emergente cidade de Bela Vista-MS e suas adjacências: os "Mello" - os "Pinheiro" - os "Carneiro" - os "Loureiro" - os "Trindade" e os "Moreira-I"... Manoel Moreira nasceu em 1853, na localida de de Bouça, distrito de Rio Mau, freguesia de São Paulo do Sebolido, em Portugal... Em 1866 (com 13 anos de ida de), desembarcou na Província de Salto, no Uruguay, de onde passou para o Rio Grande do Sul, onde permanes ceu por algum tempo na região de fronteira... Posteriormente, Manoel Moreira resolve embarcar na Argentina, com destino a Corumbá e lo go após, para Aquidauana-MS, onde chegou em 1890, aos 37 anos de idade... Trazia mercadorias para negociar (era mascate)... Veio em companhia do amigo chamado Thomaz da Rosa... Casou-se em 1893, na Fazenda do Boriti, com a Senhora Josephina Mello Trindade - "Si nhá", filha de Antonio Ignácio da Trindade - um dos fundadores de Aquidauana-MS. O casal teve 12 filhos... Em 1900 a família mudou-se da Fazenda Boriti para a fazenda Estrela em Ponta Porã-MS... Retornou a Portugal por duas vezes, tendo em 1905, trazido seu irmão menor - Adão Moreira, que fixou residência em Bela Vista-MS, on de tornou-se comerciante... Em 1913, foi vereador no período de ins talação da primeira Câmara Municipal e Presidente da casa em 1914... Nos anos de 1925/26, construiu o mais solene casarão de Pon ta Porã-MS - o "Solar dos Leões", que não chegou a ocupar... Fale ceu em 1927, em Ponta Porã-MS, aos 74 anos de idade, onde acha-se sepultado.

09 - Francisco Loureiro de Almeida (IGN-IGN): é o patriarca da família "Lou reiro". Deu origem a uma das seis famílias mais influentes de Bela Vista-MS e suas ad jacências: os "Mello"... os "Pinheiro"... os "Carneiro"... os "Loureiro"... os "Trindade" e os "Moreira-I". Contraiu matrimônio com dona Maria Benedicta de Almeida Mello, com quem teve oito fi lhos... Era genro do casal "Almeida/Mel lo" (Joaquim F. Mello e Anna da Conceição Almeida)...  Inicialmente, estabeleceram-se na vila de Nioaque em período posterior à Guerra do Paraguai... Anos depois, vieram a estabelecer-se em nossa região... Suas terras (fazen da) foram adquiridas, diretamentemente de Dona Senhorinha Maria da Conceição Barbosa Lopes (viuva do Guia Lopes)... Não há regis tro dos locais onde faleceu e foi sepultado.

  10 - Antonio Diogo Garcia de Souza (IGN-1912): é o patriarca da família "Gar cia de Souza" para nossa região... Contraiu matrimônio com Dona Anna da Conceição Loureiro de Almeida ("Sinhá") - neta do casal "Almeida/Mello", com quem teve dez filhos - portanto, deu origem indiretamente, a uma sétima família oriunda do tronco "Al meida/Mello"  (Joaquim F. Mello e Anna da Conceição Almeida). Vieram para nossa re gião em período posterior à Guerra do Para guai... Foi vereador em Bela Vista-MS (1909/1911)... O sempre lembrado Celeido Garcia de Souza, era seu neto e desempenhou a função de Delegado de Polícia em nosso Município...  Faleceu em Bela Vista-MS, em 27 Jun 1912.

11 - Joaquim Augusto de Oliveira Sala zar Cezar - "Joaquim Cezar" (1858-1942): é o patriarca da família "Cezar" pa ra nossa região... Oriundo do Rio Grande do Sul, veio para Mato Grosso do Sul, fixan do-se, inicialmente, na vila de Nioaque-MS, onde entrou para a maçonaria. Com o adven to da Estrada de Ferro Noroeste do Brasil, em 1914, mudou para Campo Grande-MS.. Contraiu matrimônio com dona Rosalida Garcia de Souza, com quem teve nove fi lhos ... O casal tornou-se proprietário de par te da fazenda "São Roque", herança de sua esposa... Sua neta Nazir Souza Cezar contraiu matrimônio com João Loureiro Pinheiro, bis neto do casal "Almeida/Mello" (Joaquim F. Mello e Anna da Concei ção Almeida); dando origem, indiretamente, pode-se dizer, a uma oita va família do tronco "Almeida/Mello"... Um outro descendente seu - Ginez Cesar - é apresentador do noticiário "Bom dia MS", da TV Morena  - Canal 9... Joaquim Cezar era descendente de portugueses e primo do Primeiro Ministro de Portugal - Antonio de Oliveira Salazar... Faleceu em 1942 em Campo Grande-MS, onde se acha se pultado.

12 - João Ferreira Mascarenhas - "Jango Mascarenhas" (1864-1901): é o patriarca da família "Mascarenhas" para nossa re gião... Nasceu em 26 de outubro de 1864, na vila de Nioaque-MS (Fazenda Corren tes)... No sul do Estado do  Mato Gros so, liderou a contra-revolução de 1892, em oposição a Antonio Maria Coelho e o Cel Barbosa, que intentaram proclamar a inde pendência do Mato Grosso, criando a "Re pública Transatlântica de Mato Gros so"... Foi o segundo lider divisionista do antigo Estado do Mato Grosso uno, tendo inclusive, combatido o Cap Muzzi (primeiro divisionista) na revolução de 1896... Contraiu matrimônio com Dona Delmira Mascarenhas, com quem teve três fi lhos... Um de seus filhos, Alvaro da Silveira Mascarenhas, tornou-se Prefeito de Bela Vista-MS (1951/1955)... Sendo homenageado com uma praça que leva seu nome... Jango Faleceu em outubro de 1901, em confronto com forças de Bento Xavier da Silva (terceiro líder divi sionista), em suas terras, às margens do ribeirão Taquarussu.

 13 - João Caetano Teixeira Muzzi - "Cap Muzzi" (1846-1908): é o patriarca da família "Muzzi"... Integrou as forças do Cel Camisão na Guerra do Paragu ai... Pertenceu ao 17º Batalhão de Volun tários da Pátria, tendo inclusive, combatido na "Batalha de Nhandipá" (11 de Maio de 1867), durante a Retirada da Laguna... Contraiu matrimônio em primeira núpcias com Dona Dolores Arguelho, com quem teve um filho e, em segunda núpcias com Philomena Chaves, com quem teve três fi lhos... Foi o primeiro lider divisionista do antigo Estado do Mato Grosso, tendo inclusive, fundado um partido (o Autonomista)... Liderou a revolução de 1896, que leva o seu nome... Derrotado em su as terras por Jango Mascarenhas (segundo divisionista), retirou-se para o Paraguai, onde veio a falecer em 1908, na cidade de Concepcion... Seus restos mortais foram transladados para o cemitério de Bela Vista-MS, onde se encontram.

14 - Thomáz Laranjeira - "Comendador Thomáz Laranjeira" (1840-1911): é o pa triarca da família "Laranjeira" para nossa região. Era gaucho e fez parte da Comissão de Limites Brasil/Paraguai, de 1872/1874... Grande conhecedor de erva-mate e seu be neficiamento... Junto com os irmãos "Mur tinho", fundou em 1883, a Companhia Ma te Laranjeira, com concessão de terras em mais de uma região do Estado do MT... A famosa "Fazenda Margarida", hoje pro priedade dos descendentes de Mario Men des Gonçalves, pertenceu a Cia Mate Laranjeira... Faleceu em 18 de dezembro de 1911, aos 71 anos de idade e acha-se sepultado no cemitério "São João Batista", na cidade do Rio de Janeiro-RJ.

15 - João Jacinto Leite (1841-1902): é o patriarca da família "Leite" para a região de Bela Vista-MS... É a primeira família vin da do Rio Grande do Sul, logo após a Guer ra do Paraguai, que se tem notícia... Por aqui chegou nos idos de 1880, vindo de Santana do Livramento-RS... Comprou uma posse de terras de Inácio Gonçalves Barbosa So brinho a que deu nome de Fazenda Santa Eufrázia... Participou da contra-revolução de 1892, ao lado de Jango Mascarenhas, de quem era auxiliar de confíança... Contraiu matrimônio com Dona Eufrásia Fernandes Leite, a quem homena geou dando o nome à sua fazenda... Chegou a Assembléia Legislativa em 1900... Mas, acometido de grave moléstia, veio a falecer, em 13 de julho de 1902, na cidade de Concepcion, no Paraguai, onde fora tratar-se.

16 - Zózimo Francisco Gonçalves (1843-1924): é o patriarca da família "Gonçal ves"... Foi Ten Cel da Guarda Nacional e combateu na Guerra do Paraguai no Teatro de Operações do Rio Grande do Sul... Veio para Mato Grosso fixando-se, inicialmente na vila de Nioaque-MS, tornando-se seu primeiro prefeito... Também exerceu o car go de Juíz de direito daquela comarca... Ma is tarde veio para Bela Vista-MS, onde de sempenhou os cargos de: delegado de polí cia, promotor de justiça, vice-prefeito, vere ador e presidente da Câmara Municipal... Contraiu matrimônio em pri meira núpcias com Dona Rosália Mena Gonçalves, com quem teve dois filhos e, em segunda núpcias com Dona Leocádia Alves Sal gueiro, com quem teve cinco filhos... Foi proprietário das fazendas "Aurora" e "Triunpho"... Faleceu em 2 de outubro de 1924, e acha-se sepultado em Bela Vista-MS... Seu filho Antonino Mena Gon çalves, foi coronel do Exército, e em 1930, foi nomeado Interventor Federal do Estado do Mato Grosso-MT... A administração do mu nicípio de Campo Grande-MS, homenageou-o, dando seu nome a do is logradouros da cidade (uma avenida e um bairro)... Faleceu em 2 de outubro de 1924, e acha-se sepultado em Bela Vista-MS.

17 - João Martins Leite (1841-1912): é o patriarca da família "Leite", para a regi ão  de Caracol-MS... Nasceu em 1841, na cidade de Bagé-RS... Veio definitivamente do Rio Grande do Sul, nos idos de 1887, fixando residência em uma gleba de terras de volutas (hoje pertencentes ao Municipio de Caracol-MS), a que deu o nome de fazen da Espírito Santo... Em 11 de Outubro de 1999, em sua homenagem, foi erigido um busto em praça pública daquele município... Contraiu matrimônio em primeira núpcias com Dona Ana Maria Mendes, com quem teve seis filhos, e em se gunda núpcias com Dona Joaquina francisca Martins leite, com quem teve cinco filhos... Faleceu no município de Caracol-MS, em 1912, e acha-se sepultado na fazenda Espírito Santo - Município de Caracol-MS.

18 - Firmino Rodrigues de Miranda (1856-1936): é o patriarca da família "Mi randa"... Nasceu em 1856, na cidade de São Borja-RS... Veio definitivamente do Rio Grande do Sul nos idos de 1887, chefi ando uma expedição de várias famílias... Fi xou residência em uma gleba de terras devo lutas (hoje pertencentes ao município de Ca racol-MS), que deu origem a várias fazen das, entre as quais: São João, Bocajá, Ca randá, etc... Foi casado em primeira núpcias com a Senhora Luiza Ledesma, com quem teve uma filha; e em segunda núpcias com a Senhora Angélica Maria Ribeiro Ferreira, com quem teve treze filhos... Faleceu no município de Caracol-MS (Fazenda Carandá), em 1936, e acha-se sepultado no "Cemitério da Família Miranda", na antiga fazenda São João (atu almente, parte das fazendas Carandá e Bahia).

19 - Alipio Felippe dos Santos (1875-1957): é o patriarca da família "dos San tos"... Natural do Rio Grande do Sul onde nasceu em 1875... Veio definitivamente de sua terra natal, em 1887, integrando uma ex pedição de várias famílias, lideradas pelo Cel Firmino Miranda (patriarca da família "Miranda")... Fixou residência em uma gleba de terras devolutas, à que deu o nome de fazenda _______________(hoje perten cente ao Município de Caracol-MS). Foi ca sado em primeira núpcias com a Senhora Darcíria Ferreira, com quem teve dois filhos, e em segunda núpcias com a Senhora Aidé Ferreira (sua cunhada), com quem teve quator ze filhos... Foi Alipio dos Santos, seus filhos e genros, os protagonis tas do rumoroso caso do lendário "Capitão Silvino Jacques"  (1937-1939); registrado nos anais da história do sul do antigo Estado do Mato Grosso-MT... Faleceu em Bela Vista-MS em 1957 e acha-se sepultado no cemitério público do bairro Água-Doce.

20 - José Fernandes da Silva (IGN-IGN): é o patriarca da família "Fernandes da Silva"... Oriundo da região de São Bor ja, Estado do Rio Grande do Sul, veio defi nitivamente de sua terra natal em 1887, inte grando uma expedição de várias famílias, li deradas pelo Cel Firmino Miranda (patriar ca da família "Miranda")... Fixou residência em uma área de terras devolutas, localiza da nas imediações do cemitério  público   do Município de Caracol-MS, à época... Foi casado em primeira núpcias com a Se nhora Sebastiana Esquibel, com quem teve sete filhos, e em segunda núpcias com a Senhora Margarida Espinosa, com quem não teve descendência... Faleceu no município de ____________________ e acha-se sepultado no cemitério público desta localidade.
                                          
21 - Dionisio Garcia (1876-1945): é o patriarca da família "Garcia". Natural da República do Paraguai... Nasceu em 1876 e veio definitivamente, para Mato Grosso (atual MS) em 1887, integrando uma expedição de várias famílias, lideradas pelo Cel Firmino Miranda (patriarca da família "Miranda")... Fixou residência em uma gle ba de terras devolutas (hoje pertencentes ao Município de Caracol-MS), que deu origem às antigas fazendas: São Simão, São Vicente e São Martim... Foi casado com a Senhora Coralina Ferreira, com quem teve sete filhos... Fa leceu no município de Bela Vista-MS, em 1945 e acha-se sepultado no cemitério municipal do bairro Água-Doce.

22 - Donato Godoy da Silva (1881-1985): é o patriarca da família "Godoy" acha-se como patriarca desta família "in memoriam de Maurilio Godoy" (1857-1922)... Donato Godoy nasceu em 1891, ocasião que veio para Mato Grosso (atual MS) com os pais, que integraram uma expe dição de várias famílias, lideradas pelo Cel Firmino Miranda (patriarca da família "Mi randa")... Seus pais fixaram residência, em 1896, em uma gleba de terras devolutas a que deram o nome de fazenda Palmeira... Maurilio Godoy foi casado com a senhora Guilhermina da Silva, com quem teve nove filhos... Seu filho Donato foi casado com a Se nhora Castorina Ferreira Leite, com quem teve doze filhos... Maurilio Godoy faleceu em 26 de julho de1922, em sua fazenda,  vítima de um mal súbito, e acha-se sepultado no cemitério da fazenda Palmeira - Município de Caracol-MS... Seu filho Donato Godoy veio a  falecer no município de Bela Vista-MS, em 1985 e acha-se sepul tado no cemitério da fazenda São Miguel, localizada no município de Porto Murti nho-MS.

23 - Bento Xavier da Silva (1862-1915): é o patriarca da família "Xavier da Silva".. Nasceu no Estado do Rio Grande do Sul, em 1862, na cidade de Santana do Livra mento... Na década de 1890 já se encontra va em nossas paragens... Foi o "Terceiro Líder Divisionista" do Estado do Mato Grosso-MT... Insuflado pelos políticos de Cuiabá, pegou em armas contra o Cel Jan go Mascarenhas (2º Divisionista); vindo este a falecer em 1902, em combate travado em suas terras às margens do ribeirão Taquaru çu... Liderou um movimento revolucionário-divisionista, a que deu o no me de "Revolução da Paz". Fixou residência em uma gleba de ter ras, mais tarde denominada de fazenda Aurora... Foi casado em pri meira núpcias com a Senhora Engracia Cavalheiro Leite, com quem teve três filhos,   e em segunda núpcias com a Senhora Etelvina Gar cia Xavier, de cuja união não se conhece descendência... Faleceu em 1915, na cidade de Belém no Paraguai, onde acha-se sepultado.

24 - João Luiz Gomes (1850 - 1901): Natural da Província de Alagoas, combateu na Guerra da Tripice Aliança... Ao fim do con flito, permaneceu cerca de dois anos em Assunsão-PY, onde co nheceu sua esposa Dona Carlota Almiron López (paraguaia) e nasceu seu primogênito João Luiz Gomes Filho... Transferido para a Fortaleza da Laje - RJ, onde nas ceram as filhas: Sylvia e Isabel... Foi transferido posteriormente, para Ladário-MT, onde nasceu o filho Manoel Gomes... Com a criação da Agência Fiscal da Colônia Militar dos Dourados, por Ato 734, de 5 de janeiro de 1885, foi algum tempo depois, nomeado para ser seu di retor em substituição ao capitão Rogaciano Monteiro de Lima, e onde nasceram os filhos: Maria Salomé, Elisa, Cristina e Antonio... Seu primogênito - João Luiz Gomes Filho (      - 1928), seguiu a car reira militar atingindo a patente de major de cavalaria, que em 1897, como alferes cadete, participou do conflito de Canudos... Extinta a agência fiscal (antiga Colônia Militar dos Dourados), em 30 de dezem bro de 1895, pela Lei nº 360, o major João Luiz Gomes foi transferido para a reserva; ocasião que requereu do governo federal, por direito adquirido do Império, a conceção de 2.600 ha naquela localidade, ins talando sua propriedade com a denominação de "Fazenda da Resignação" (atual Parque Histórico Colônia Militar dos Doura dos)... O major Art  João Luiz Gomes veio a falecer em sua proprie dade, em 1901, com cinquenta e um anos de idade, e onde se acha sepultado... Em 1947, veio a falecer na sede da propriedade, sua viú va Dona Carlota Almiron López e onde se acha sepultada... Com a morte dos genitores (Maj Gomes e D. Carlota), procedeu-se a partilha dos bens, que aos poucos foram sendo vendidos a terceiros... Em 1957, foi doado ao Exército por intermédio do coronel José Cancelo Santiago - por Dona Sylvia Gomes - filha e herdeira do major Gomes, uma área de 30 ha - onde situava a antiga Colônia Militar dos Doura do... Os restos mortais de Dona Sylvia Gomes e do coronel José Can celo Santiago, acham-se sepultados, em local de destaque, logo à en trada do Parque Histórico Colônia Militar dos Dourados... Por inexis tência da foto do Maj João Luiz Gomes, foi colocada em sua memoria, a foto de seu primogênito (Maj João Luiz Gomes Filho).             

25 - Francisco David Medeiros (IGN - IGN): é o patriarca geral da família "Me deiros", para a região de Bela Vista-MS, Nioaque-MS e adjacências... Integrou as forças brasileiras que combateram no "Te atro de Operações ao Sul"  (Rio Gran de do Sul - Argentina e Paraguai), durante a Guerra da Tríplice Aliança... Findo a guerra, já no posto de major, casou-se com a senhora Josefina Sanhudo, no Mu nicípio de Alegrete, Província do Rio Gran de do Sul, com quem teve seis filhos... A partir de 1880, começaram a chegar em nossa região, os primeiros rio-grandense-do sul: João Jacinto Leite, Zózimo Francisco Gonçal ves, Francisco David Medeiros e outros... O Maj David Medeiros era natural de Santa Maria-RS... Veio para o Mato Grosso acompanhado dos familiares, à princípio em Bela Vista-MS e, posteriormente, radi cou-se na Vila de Nioaque-MS... Adquiriu propriedades em ambas as localidades, onde os filhos afazendaram: Israel David Medeiros - na fazenda "Piripucu", em Bela Vista-MS; Olympio David Medeiros - na fazenda "Capão Alto", em Bela Vista-MS; Norberto David Medeiros - na fazenda "Independência", em Bela Vista-MS e fa zenda "Lageado", em Nioaque-MS e, Oclécio David Medeiros - na fazenda "Santa Vitória", em Bela Vista-MS... O Maj Francisco David Medeiros, simpatizante do Movimento Revolucionário de 1892, chefiado pelo Coronel Barbosa, participou antepondo-se à contra-re volução do sul do Estado, chefiada pelo Coronel João Ferreira Mascarenhas (Jango Mascarenhas)... Vencido o movimento pelos contra-revolucionários, ele se retirou para a região de Bela Vista-MS, onde possuia as fazendas acima citadas... veio a falecer em (data), no município de Nioaque-MS, onde acha-se sepultado.

26 - Luiz Zeferino Moreira - "Alferes Moreira" ( IGN - IGN): é o patriarca da família "Moreira-II" de nossa região... Veio da Província da Bahia, por volta de 1884, classificado que fora para servir no 1º Corpo de Cavalaria (atual 10º R C Mec - RAJ), sediado na vila de Nioaque-MS, à época... Ao passar pela Província do Rio de Janeiro, a caminho da Província do Mato Grosso, conheceu e trouxe a jovem Ercília Moreira dos Santos, com quem veio a se casar anos mais tarde e com ela teve __ filhos .... Já em sua nova guarnição militar, fora desig nado para assumir o comando do Destacamento Militar de Bela Vista-MS (subordinado à guarnição de Nioaque-MS)... Em 1885, estando destacado, achava-se no comando da guarnição de Nioaque o Maj Frederico Solon Sampaio Ribeiro (atual patrono do 17º R C Mec) e que por força da Ordem do Dia nº 245, de 1º de setembro de 1885, passou o comando da guarnição militar ao bravo e inexcedível tenen te-coronel graduado Pedro José Rufino, que comandou aquele quar tel na Retirada da Laguna com a denominação de 1º Corpo de Ca çadores a Cavalo (atual 10º R C Mec - RAJ), ocasião que elogiou e agradeceu publicamente, o comandante do destacamento militar de Be la Vista-MS - Alferes Luiz Zeferino Moreira, pela honestidade, zelo e atividade com que desempenhou os deveres militares a seu cargo... Ao passar para a reserva, ainda desempenhou a função de delegado de polícia da região de Bonito (distrito do município de Miranda-MS), vindo a falecer no cuprimento do serviço, no encalço de dois foras-da-lei, sendo alvejado por um dos meliantes, ocasionando sua morte... Acha-se sepultado naquela localidade.


(PÁGINA EM CONSTRUÇÃO)

quarta-feira, 7 de janeiro de 2009

BELA VISTA: do nascimento aos dias atuais


Segundo dados históricos Bela Vista teve início quando Gabriel Lopes, genro do então colonizador Antônio Gonçalves Barbosa, procedente da posse Boa Vista (vacaria), iniciou os alicerces da Fazenda Passatempo. Anos mais tarde, Gabriel Lopes veio a falecer, deixando a fazenda à sua mulher Dona Senhorinha Maria da Conceição Barbosa Lopes. Algum tempo depois, Maria da Conceição (Dona Senhorinha) contraía núpcias com seu cunhado, José Francisco Lopes – o guia Lopes – que, mais tarde, teve papel de grande relevância histórica para a região, ao assumir o encargo de guiar as tropas brasileiras contra o exército invasor do Marechal Solano Lopes na epopéia da Retirada da Laguna. Com o fim da Guerra do Paraguai, vários outros colonizadores dirigiram-se para esta região, destacando-se entre eles José Lemes da Silva "Bugre", que construiu a primeira residência na cidade. Mas foi após o ano de 1870, com a chegada de novos colonizadores, na maioria procedentes do Rio Grande do Sul e, dedicados à criação de gado e à agricultura, o começo do povoamento que deu origem à atual cidade de Bela Vista. Foi elevada a distrito em 1900, e a município só oito anos depois, em 3 de outubro de 1908 (verdadeira data do aniversário de Bela Vista); muito embora no dia 20 de julho, comemora-se a data em que foi elevada à categoria de cidade. O primeiro prefeito de Bela Vista foi Marinho Fernandes Tico, que administrou entre 6 de março de 1909 e 31 de dezembro de 1911.
Além das famílias Lopes e Barbosa, destacam-se também entre os primeiros moradores as famílias: Leite, Ferreira, Pedra, Loureiro, Escobar e Melo.
Bela Vista possui uma extensão territorial de quase cinco mil quilômetros quadrados, e temos no Rio Apa, a linha divisória com a vizinha Bella Vista Norte, no Paraguai. Segundo dados do IBGE (Instituto Brasileiro de geografia e Estatística) a população bela-vistense atual é de 20.470 habitantes, o clima predominante é tropical e a vegetação de cerrado.
Região da Bodoquena

Bela Vista integra, assim como os municípios de jardim, Bodoquena, Bonito, Guia Lopes da Laguna, Nioaque, Caracol e Porto Murtinho, a região da Bodoquena, um dos principais pólos de ecoturismo do Mato Grosso do Sul e que tem Bonito como "carro chefe".

Uma região que tem, na verdade, um território privilegiado em recursos naturais. Seu potencial mineral também é considerável: calcário, granito e, também, o mármore.

Atrativos Turísticos

Apesar da cidade ainda não dispor de uma infraestrutura adequada para receber turistas, Bela Vista tem um grande potencial a ser explorado, como já fazem alguns municípios da região.

Entre os lugares a serem visitados podemos citar o Rio Apa, que serve de limite entre o Brasil e o Paraguai, além de ter sido palco da Retirada da Laguna. A prainha do Pompílio, a cachoeira do Itá, o Rio Cadiga, o Lago Azul, o Morro Margarida - local mais elevado do município e ponto estratégico da Retirada da Laguna e Ñandejára Puente.

Album: Krugerson Mattos

HISTORIADOR DISCORDA DA DATA DE ANIVERSÁRIO DA CIDADE

Asim como a prórpria história, a controversia também faz parte de todos os acontecimentos da vida humana e, Bela Vista não poderia ter ficado de fora. Apesar da data de comemoração do aniversário da cidade ser oficialmente em 20 de julho, o capitão aposentado do Exército e historiador, Krugerson Mattos, discorda desta versão. Mineiro de nascimento e bela-vistense de coração, ele já vasculhou a história da cidade e afirma que ao contrário do que é contado, Bela Vista foi elevada a cidade em 16 de julho de 1918 e não em 20 de julho, data em que é comemorada atualmente. "Estudei passo a passo toda a história de Bela Vista e tenho absoluta certeza de que a data de aniversário está errada", diz ele.

Mattos veio para Bela Vista em virtude da transferência de seu irmão, Capitão Robinson, do Rio de Janeiro-RJ para Bela Vista e que incentivou-o a seguir carreira no Exército. Ele conta que nunca havia se interessado por história até começar a escutar contos, conversas e "causos" contados no quartel por militares moradores da cidade. Um dos seus maiores orgulhos, além de ser reconhecido como historiador, é ter recebido o título de cidadão bela-vistense.

Os primeiros habitantes vieram através de uma expedição saída de São Paulo com destino a Mato Grosso-MT, passando por Santana do Paranaiba. Se fosse nos dias de hoje, a chegada seria por Rio Brilhante e Nioaque.

A ocupação na época era incentivada pelo Governo Imperial. O Barão de Antonina, senador à época, foi quem patrocinou esta expedição.

Os Lopes e os Barbosa, foram as duas primeiras famílias a habitar a cidade.

A primeira fazenda de Bela Vista, pertencente aos Barbosa, situava-se na região da Água Amarela e chamava-se Arroio de Ouro. Anos depois, após a Guerra do Paraguai ( outubro de 1864 a maio de 1870), a fazenda foi dividida para presentear a filha da proprietária - Isabel Porcina, quando de seu casamento com Clemente Barbosa, que foi chefe político em Bela Vista.

NOTA: a presente postagem é uma transcrição (com correção) da matéria publicada na edição nº 2, de dezembro de 2003, da Revista Tereré.